Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade

 

Atendimento: Segunda a Sexta, das 7:00hs às 13:00hs

Conferência Municipal da Saúde da Mulher debateu propostas e novas idéias


Publicado em: 25/05/2017 17:45 | Fonte/Agência: Assessoria de Imprensa/imprensa@coronelsapucaia.ms.gov.br | Autor: Paulo Escobar

 

Conferência Municipal da Saúde da Mulher debateu propostas e novas idéias

Participaram do evento em apreço, o total de (59) cinquenta e nove pessoas.

   Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, realizou-se na tarde do dia 23 de maio de 2017 a 1ª Conferência Municipal de Saúde das Mulheres de Coronel Sapucaia, tendo por local a Câmara Municipal.

   A referida Conferência do Município trouxe como tema central para debate: “Saúde das Mulheres: desafios para a integralidade com equidade’’.

   O ato, teve por finalidade avaliar a situação da saúde, definir diretrizes para a plena garantia da saúde e parâmetros que possibilitem o fortalecimento da participação social na perspectiva da plena garantia da implementação do SUS bem como o Regimento Interno da Conferência.

   Participaram do evento em apreço, o total de (59) cinquenta e nove pessoas, sendo (15) quinze do Segmento dos Usuários, (35) trinta e cinco pessoas do Segmento dos trabalhadores em Saúde e (09) nove pessoas do Segmento dos Gestores/Prestadores de serviços públicos e privados, as autoridades presentes, a presidente do Legislativo Municipal, Claudia Ferreira Maciel e a vereadora Célia Cristina Arias Davalos.

   O Secretário Municipal de Saúde, Flavio Galdino da Silva, que também representou o prefeito Rudi Paetzold, declarando aberta a Conferência falou que o evento é de vital importância para as mulheres, destacou que as mulheres sofrem com acúmulo de serviço, jornadas de trabalho maiores que as dos Homens e também com preconceitos. 

“Esta conferência será o espaço político de debate de ideias, de enraizamento de valores e práticas para o desenvolvimento da capacidade de formulação que propicie o crescimento da força das mulheres e que contribua para o avanço do controle social no SUS, para a garantia da atenção integral à saúde das mulheres, sem qualquer forma de preconceito e discriminação”, afirmou o Secretário Municipal de Saúde.

   Na ocasião foram propostas discussões no eixo - o Mundo do Trabalho e suas Consequências na Vida e na Saúde das Mulheres.

   Após as palestras proferidas pelas palestrantes Drª Juliana Perotti (Médica no Hospital Municipal Aparício Vidal Garcia), Sulliany Pacheco Moreira Batista (Assistente Social do CREAS) e Jessica Vieira de Souza  (Psicóloga do CREAS), os participantes se dividiram em três grupos para formular as propostas, os mesmos se empenharam ao máximo para elaborar propostas visando as melhores condições de trabalho para as mulheres, que posteriormente foi aprovada pela maioria simples dos presentes aptos a votar, que as mesmas  são elas:

01 - Licença Maternidade para trabalhadora Rural pelo Fundo Rural - Federal

02 - Garantir os mesmos direitos de Licença Maternidade para Efetivas e contratadas. (06 meses) – Municipal/ Estadual e Federal.

03 - Implementar  Delegacia para atendimento da Mulher no Município. – Estadual/ Municipal.

04 – Instituir a Casa do acolhimento para mulheres vitimas de agressão - Municipal 

05 -  CAPS no município para dependes Químicos com atenção a mulheres -  Municipal / Estadual/ Federal.

06 – Instituir o Dia D contra violência das mulheres – Municipal.

07 - Creches nas férias – Municipal.

08 - Implantação do Planejamento Familiar. (propor parceria com outras secretarias) – Municipal.

09 - Contratar  Médico Ginecologista Obstetra – Municipal.

10 - Politicas para Saúde Mental Voltada a Depressão. (grupo de apoio ) - Municipal – NASF.

11 - Programa de Apoio a saúde mental da mulher trabalhador, após a jornada de trabalho – Municipal.

   Para finalizar de acordo com os critérios estabelecidos no Regimento Interno da 1º Conferencia Municipal de Saúde das Mulheres, este município tem direito de eleger quatro (4) Delegados, assim distribuídos, dois (02) Delegados representantes dos usuários; um (01) Delegado representante dos Trabalhadores em Saúde e, um (01) Delegado representante dos Gestores/Prestadores de serviços públicos e privados.


 De acordo com as Assembleias dos respectivos segmentos, foram eleitos os seguintes Delegados:

Segmento dos usuários (50%)

Titulares: Vera Lucia Miranda Martins e Leila Lopes Ovando.

Suplentes: Renato Junior Catto e Roseni Martins Freitas.

Segmento dos trabalhadores em saúde (25%)

Titular: Cinthia Beatriz Cantaluppe Machuca.

Suplente: Marli Salete da Costas.

Segmento dos Gestores/Prestadores de serviços públicos e privados (25%)

Titular: Celina Pires.

Suplente: Lucia Suemi Yuhara.

 


Leia também

Destaques

TAÇA ANIVERSÁRIO DA CIDADE

25/05/2017 17:45

Destaques

Comunicado Najla Mariano

25/05/2017 17:45

Destaques

Dias das Crianças

25/05/2017 17:45