Funcionamento: 2ª à 6ª, das 7h às 13h
(67) 3483-1142 / 3483-1144
Tamanho da fonte
A+
A-
Temperatura neste momento
Buscar

Por medida de segurança Defesa Civil de Sapucaia interdita pontes e algum motorista desrespeita


Publicado em: 17/05/2017 10:19 | Fonte/Agência: Assessoria de Imprensa/imprensa@coronelsapucaia.ms.gov.br | Autor: Paulo Escobar

Por medida de segurança Defesa Civil de Sapucaia interdita pontes e algum motorista desrespeita

entradas que dão acesso as referidas pontes novamente foram bem sinalizadas.

A Defesa Civil de Coronel Sapucaia, vem monitorando semanalmente, desde o mês de Janeiro de 2017, algumas pontes da zona rural do município. 

Vistorias e monitoramentos são feitos em 04 Pontes que sofreram danificações, são elas: Ponte sobre o Rio Iguatemí – Mangaí; Ponte sobre o Rio Iguatemí – Ivaé; Ponte sobre o Rio III Barras; Ponte sobre o Rio Barra de Iguatemi, no Cerro Perón II; e além de 01 Ponte totalmente destruída: Ponte sobre o Córrego Boi Jaguá.

Depois dessas vistorias e parecer técnico, realizados pela Defesa Civil do município (direcionada pelo coordenador Celso Ricardo e o primeiro secretario Anderson Brites), com base em avaliações criteriosas, conclui-se como forma de garantir a segurança para os motoristas de veículos grandes e pesados, a interdição parcial, com limite de peso de até 3 toneladas de duas pontes: Ponte sobre o Rio Iguatemi – Ivaé e Ponte sobre o Rio Iguatemi - Colônia Mangaí.

As medidas tomadas pelo órgão da prefeitura, com a colocação de traves na entrada e saída das pontes para impedir o trânsito de veículos pesados não estão sendo respeitadas. Algum motorista de caminhão está retirando as traves para passar pela ponte, o que poderia causar  a queda da ponte, danos materiais e consequentemente  riscos a sua integridade física.

 A prefeitura através da Defesa Civil municipal está fazendo a sua parte, e não se responsabilizará pelas consequências de atos de pessoas que não respeitam as alertas existentes nas entradas que dão acesso as referidas pontes, que novamente  foram bem sinalizadas.

          Nas duas pontes foram constatadas novas danificações. Na primeira ponte, a base que semanas atrás estava com desvio, agora devido as novas chuvas, foi totalmente arrastada pela correnteza, no caso da segunda ponte, também teve aumento em sua erosão, a qual está quase rompendo a estrada.

 

       As danificações e desgastes foram ocasionados sobretudo pelo intenso nível de chuva que vem ocorrendo no município desde o início do ano , as suas estruturas estão em estado precário, em ruínas, podre e quebrada apresentando rachaduras e até inclinação lateral.